Compartilhar
Papa Silvestre I
Papa Silvestre I

Quem foi São Silvestre? Não, um animal silvestre jamais virou santo (desculpa a piada ruim), ele foi o Papa Silvestre I, o 33° Papa, que morreu no dia 31 de Dezembro de 335. Foi neste dia, também, que ele foi canonizado pela Igreja Católica. Em muitos países se celebra o dia desse santo como por exemplo, na Alemanha, se comemora com fogos de artifício, champanhe, e encontros sociais, tudo sempre de forma bastante barulhenta. No Brasil não temos esse costume, mas temos a famosa Corrida de São Silvestre.

casper-libero
Cásper Líbero

O evento desportivo (para falar bonito) acontece sempre em São Paulo e foi fundado por, pasmem, um jornalista! Seu nome era Cásper Líbero, formado em direito, mas jornalista por profissão. Trabalhou com jornal e rádio e era apaixonado por esportes. Ele estava na França e achou muito legal uma corrida que era feita por lá à noite (pessoal com tochas e tal). Em 1924, inspirado nesse evento, trouxe o projeto para o Brasil, mas especificamente, para São Paulo. A partir daquele ano, começando à meia-noite do dia 31, todo ano acontecia a corrida de São Silvestre que viria a se tornar a corrida mais importante da América Latina. Hoje em dia ela acontece na Avenida Paulista, não é mais à noite e tem 15km de distância.

sao-silvestre-corrida

Maratonista vs Velocista
Maratonista vs Velocista

É uma prova de resistência em que, usualmente, vemos atletas mais franzinos e magros em vez dos musculosos e bombadões das corridas de velocidade. Apesar de ambos os tipos de atletas correrem, sua preparação é muito diferente e seus corpos precisam de características diferentes para serem bons em cada atividade.

 

velocista-maratonista
Velocista vs Maratonista

Primeiramente o tamanho dos músculos. Vemos que os músculos dos corredores de velocidade (velocista) são muito mais volumosos e isso é importante porque quanto maior o músculo, mais impulso ele pode dar ao corpo. Além das pernas e glúteos, esses atletas precisam ter músculos do tronco bem desenvolvidos porque eles funcionam como apoio para os músculos que impulsionam, se aqueles não funcionarem direito, esses também não funcionam. Músculos grandes precisam de muita energia, fator muito escasso e que precisa ser economizado ao máximo por corredores de longas distâncias (como os maratonistas; eu sei que não são só eles que correm longas distâncias, mas vamos chamar esses corredores sempre de maratonistas até o final do texto, ok? então, beleza). Por isso maratonistas tem músculos menores.

Outra diferença importante entre os corredores é o tipo predominante de fibra muscular. Existem 2 principais tipos de fibra muscular, Tipo I (contração lenta) e Tipo II (contração rápida). O primeiro tipo é o dos maratonistas, fibras avermelhadas porque possuem muitos vasos sanguíneos, musculos tipo 1 e tipo 2muitas e grandes mitocôndrias e, portanto, (aí que está a parada) grande capacidade aeróbica (aeróbica, ar, sacou?). O sangue dos vasos alimenta as células (fibras) com o oxigênio da respiração, lá dentro, a grande quantidade de mitocôndrias faz a respiração celular que combina o oxigênio com açúcar ou gordura produzindo energia (ATP). Isso permite grandes esforços duradouros. Tudo faz sentido agora, né?

Já os velocistas precisam de muita energia para atingir seus incrivelmente pequenos tempos em tiros. Para isso, precisam do músculo Tipo 2 que possui contrações muito mais rápidas que o outro tipo. Visualmente são fibras mais esbranquiçadas e seu mecanismo é adaptado à produção de energia por meio anaeróbico (sem ar). O problema é que essa forma de se obter energia produz ácido lático que é responsável pelo cansaço muscular.  Por esse motivo são bem mais propensas à fadiga que as fibras do Tipo I.

A teoria você leu em 5 minutos, agora só falta a prática. Essa demora bem mais! O ano novo está chegando e o SciBreak apoia a prática de atividades físicas (e tem o sonho de fazê-las regularmente um dia). Coloque essa como uma das metas de 2016! Quem sabe você não corre a São Silvestre do ano que vem?

PS: Sobre a pergunta do título: Não sou personal trainer e não acredito que alguém tenha vindo aqui saber realmente os kelly-key-baba-babyexercícios necessários para se preparar para uma prova desse tipo. “E para não dizer que eu sou ruim” (Kelly Key?) eu vou deixar o link de uma matéria que explica um pouco disso: http://www.dicasdecorrida.com.br/artigo.php?recordID=41&artigo=Treino%20para%20Maratona.

(Quero deixar claro que o SciBreak não tem nenhuma relação com o site e não se responsabiliza por qualquer informação errada que ele possa conter sobre saúde. Recomendamos que, caso você se interesse por uma prova dessas, consulte um médico ou farmacêutico e leia a bula consulte um médico especializado para acompanhar você e seus treinos).

Deixe uma resposta